Teste de gravidez negativo
  1. 5
  2. 4
  3. 3
  4. 2
  5. 1
(4.9 de 5, baseado em 22 Votos )

Menstruação atrasada, mas seu teste de gravidez deu negativo?

O que significa a sua menstruação estar atrasada, mas o teste de gravidez caseiro dar negativo? É algum sintoma de uma doença oculta ou outro problema? Você, sem querer, comprou um teste com defeito? Qualquer que seja o motivo, é importante descobrir o que está acontecendo com seu corpo e fazer o que for necessário para manter tudo em um bom estado de funcionamento.

Possíveis causas para o atraso da menstruação além da gravidez.

1. Menstruação irregular.

Em média, o ciclo menstrual de uma mulher dura até 35 dias. Geralmente, mulheres com ciclos irregulares não entram em pânico quando a menstruação está atrasada apenas alguns dias. Mas, se não vier em 7 a 10 dias da data prevista, você precisará descobrir o motivo.

A seguir, todas as possíveis causas para o atraso ou ausência de menstruação.

2. Estresse.

O corpo das mulheres é muito sensível ao estresse. Sabe-se que em tempos de guerra, muitas mulheres param de menstruar completamente ou, pelo menos, durante vários meses. É uma reação de proteção. Viver em circunstâncias perigosas não é o melhor momento para ter um filho, então o corpo reduz a capacidade de engravidar.

Hoje, ainda que não estejam enfrentando uma guerra de verdade, as mulheres têm uma vida com muito estresse. Medo, ansiedade, tensão constante e até mesmo raiva ou euforia podem atrasar seu ciclo menstrual mensal.

3. Maus hábitos.

Se você bebe álcool moderadamente, não fuma com frequência nem usa drogas/outras substâncias, seu ciclo não deve ser afetado. No entanto, se você começar a beber e fumar mais ou consumir outras substâncias nocivas, isso poderá afetar sua menstruação. Da mesma forma, se você experimentar uma substância potencialmente prejudicial pela primeira vez, ela pode interferir na sua menstruação. Assim, parar subitamente de beber, fumar ou usar drogas também pode afetar sua menstruação.

Os alimentos que você ingere também podem afetar seu ciclo.

  • Alguns alimentos contribuem para a liberação de hormônios. Por exemplo, consumir muitas ostras, abacates ou aspargos pode aumentar sua testosterona.
  • Alimentos muito picantes, gordurosos e salgados afetam negativamente o funcionamento de todos os sistemas do corpo.

4. Tratamentos hormonais.

A maioria das mulheres sabe que os contraceptivos orais são compostos por hormônios. No entanto, nem todas sabem como afetam o corpo. As pílulas escolhidas corretamente são benéficas, mas alteram o funcionamento normal do corpo. Por isso que é importante tomar apenas contraceptivos orais prescritos pelo seu ginecologista. Não tente se automedicar usando remédios sem recomendação. Seu médico discutirá com você os riscos e efeitos colaterais do tratamento hormonal. Ele também irá monitorá-la nos primeiros meses para ver como seu corpo está reagindo.

5. Inflamações.

Até um simples resfriado com febre baixa pode atrasar a menstruação. Qualquer tipo de doença, por mais boba que seja, desgasta o corpo. Doenças crônicas, como problemas renais graves, podem causar infertilidade. Certifique-se de estar seguindo as ordens do seu médico e cuide bem de si mesma. Problemas de saúde negligenciadas não são bons para uma futura maternidade.

6. Rotina intensa.

Qualquer rotina intensa, como estudar para um teste, volume intenso de trabalho ou treinos de força, pode desequilibrar seus hormônios. Por sua vez, isso também pode ocasionar uma irregularidade do ciclo menstrual. Tentativas de perder peso drasticamente também têm um impacto negativo no sistema reprodutivo. Um exemplo são as mulheres que fazem halterofilismo. É fácil perceber que elas têm uma parte superior do corpo muito forte, mas o mesmo não acontece com a região pélvica. Geralmente, sua forma física fica parecida com a de um homem. Uma das razões é porque o hormônio masculino, a testosterona, aumenta durante os treinos de força intensos. Isso não significa que você deve sair da academia, mas sim exercitar sua força e massa corporal aos poucos.

Mudanças repentinas de clima ou de rotina, como viajar ou mesmo mudar para uma dieta diferente, podem afetar seu ciclo menstrual.

7. Alterações hormonais naturais.

Existem três causas principais para alterações hormonais naturais no corpo:

  1. Puberdade. A adolescência, desde a puberdade, é um período de intensa transformação física e emocional para a mulher. Este momento é marcado por um grande amadurecimento do corpo. O ciclo menstrual de algumas meninas se estabiliza apenas após alguns meses ou mesmo anos após a primeira menstruação.
  2. Orgasmo. É outro momento crucial quando os hormônios estão em intensa mudança. O orgasmo é atingido gradualmente, então o ciclo hormonal pode variar bastante.
  3. Amamentação. Em média, mães que não amamentam voltam a menstruar dentro de dois meses após o parto. Porém, as mulheres que optam por amamentar seus filhos apenas voltam a menstruar quando cessam a amamentação. Entretanto, em todos os casos a menstruação costuma voltar no mais tardar, dentro de um ano.

8. Problemas de peso.

Até o menor ganho de peso pode gerar problemas no seu ciclo menstrual, concepção e gravidez, causando complicações durante a gestação e no desenvolvimento do feto. Pacientes obesos têm o risco aumentado de infertilidade e menores chances de engravidar. Ficar acima do peso também pode criar problemas de saúde para a mãe e para o bebê.

9. Problemas no seu aparelho reprodutor.

Esta categoria inclui miomas, cistos e outras doenças, como endometriose. Podem até mesmo ser assintomáticos. Em alguns casos raros, a mulher começa a sentir dor ou pressão na parte inferior do abdômen, febre e náusea repentina. Caso haja inflamação, pode acompanhar um corrimento vaginal anormal.

Se você apresentar algum destes sintomas, procure atendimento médico o mais rápido possível. Geralmente, com uma intervenção precoce, a cirurgia não será necessária.

O que fazer em seguida?

1. Verifique novamente o resultado.

Primeiro, verifique o teste de gravidez caseiro que você já fez.

  • Estava fora da validade?
  • Havia algum dano ao kit ou embalagem?
  • Foi armazenado adequadamente?
  • Você seguiu as instruções corretamente?

Se você respondeu «não» para todas as perguntas acima, tente repetir o procedimento em 2 ou 3 dias fazendo outro teste. Às vezes, também é útil pedir a parentes ou amigos para ajudá-la a interpretar o resultado. Ansiedade e nervosismo podem fazer com que a mulher «imagine ver» ou «ignore» a segunda linha.

2. Analise outros sintomas.

O teste continua dando negativo e sua menstruação também continua atrasada? É hora de analisar todos os seus sintomas.

  • Você tem dores de cabeça? Você teve alguma tontura?
  • Você sentiu alguma dor ou pressão no abdome inferior? Você notou algum corrimento vaginal?
  • Você mediu sua temperatura (basal inclusive), pressão e pulso? Estão normais?
  • Você tem sofrido de náusea, vômito ou problemas gastrointestinais? Você tem feito muito xixi recentemente?
  • Você fica desconfortável quando se mexe ou enquanto está em uma posição específica?
  • O seu peso teve alguma alteração recente?
  • Sua aparência (cor e aspecto da pele, cabelos, unhas etc) mudou?

Após responder essas perguntas, é hora de passar para o próximo passo o mais rápido possível.

3. Vá ao médico.

Após um exame clínico, o ginecologista pode solicitar:

  • Um exame de Beta hCG (talvez sua concentração ainda esteja muito baixa na urina e o exame de sangue seja necessário)
  • Um ultrassom do útero ou abdômen total
  • Tomografia (TC) e/ou ressonância magnética do cérebro (para excluir a possibilidade de alguns tipos de tumores).

O seu médico também pode encaminhá-lo a outro especialista (endocrinologista, nefrologista, terapeuta e, menos frequentemente, a um cardiologista ou psicólogo) para exames adicionais.

Saúde debilitada, um atraso na menstruação combinado a um teste de gravidez caseiro negativo pode se transformar em um problema sério se você não recorrer a um médico. É melhor não colocar sua saúde em risco e procurar imediatamente o atendimento médico. Mesmo que seu corpo esteja bem, o ginecologista ajudará a tranquilizar sua cabeça e aliviar seus sintomas e desconforto.